Taxa Proporcional e Taxa Equivalente – Juros Simples


No regime de juros simples, diante de sua própria natureza linear, esta transformação é processada pela denominada taxa proporcional de juros também denominada de taxa linear ou nominal.  Esta taxa proporcional é obtida da divisão entre a taxa de juros considerada na operação e o número de vezes em que ocorrerão os juros (quantidade de períodos de capitalização).

Por exemplo: Para taxa de juros de 19% ao ano , se a capitalização for definida mensalmente (ocorrerão 12 vezes juros no período de um ano), o percentual de juros que incidirá sobre o capital a cada mês será:

As taxas de juros simples se dizem equivalente  quando, aplicadas a um mesmo capital e pelo mesmo intervalo de tempo, produzem o mesmo volume linear de juros.

Por exemplo, em juros simples, um capital de R$500.000,00, se aplicado a 2,5% ao mês ou 15% ao semestre pelo prazo de um ano, produz o mesmo montante linear de juros. Isto é:

6 comentários sobre “Taxa Proporcional e Taxa Equivalente – Juros Simples

    • Você deverá ficar atento ao enunciado da questão. Para resolver exercícios de matemática financeira, o exercício indicará qual juros e índices que será utilizado na questão. Um grande abraço

      Curtir

    • Elisângela

      Primeiramente é necessário acrescentar na sua dúvida o prazo para que seja calculada a taxa de juros para este problema. Sem o prazo não podemos definir a taxa de juros que foi aplicada para adequar os valores desta parcela.

      Obrigado pela visita

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s